Spartak 3 - 1 Zenit
Adicionado | Autor Rafael Sanches | Comentários

O Zenit foi até Moscou para enfrentar seu grande rival, Spartak Moscou, pelo Campeonato Russo.

O time moscovita acabou levando a melhor, vencendo por 3-1. O treinador do Zenit, Roberto Mancini, comentou sobre o jogo após o apito final. Confira o que nosso treinador disse e os melhores momentos:



Mancini: Nós não merecíamos perder essa partida. Spartak marcou dois gols rápidos, sendo que o resto do jogo dominamos. Não deveríamos ter concedido tantos gols e não merecemos perder essa partida. Tínhamos que vencer, na pior das hipóteses, precisávamos de um empate, mas isso é futebol. Parabéns ao Spartak e ao Massimo Carrera.

Como você classifica a arbitragem? Você pode comentar o cartão vermelho de Fernando?

Mancini: Eu acho que a arbitragem foi de um alto nível e estou satisfeito com isso. Em um momento, foi possível dar um cartão vermelho direto a Denis Glushakov também. Quanto ao cartão vermelho de Fernando, olhando os cartões amarelos de antemão, não posso questioná-lo. Tenho uma pequena denúncia sobre o número de minutos adicionados no tempo de lesão. Mas, em geral, a arbitragem era de um bom nível.

Por que você começou com Poloz e não com Driussi?

Mancini: Eu o escolhi porque pensei que ele iria marcar. Ele é um bom atacante, que tem o potencial e que melhora o seu jogo.

Por que você trouxe Rigoni no meio do primeiro semestre?

Mancini: Por razões táticas e porque estávamos perdendo de 2-0 . Tivemos que atacar e marcar. Após essa substituição dominamos o resto da partida.

Por que Yuri Zhirkov começou o jogo de hoje?

Mancini: Porque ele é um jogador utilitário e é bom em defesa. Comecei com Zhirkov por motivos táticos. Ele é muito tático, consciente e também foi capaz de se mover rapidamente para o meio para criar espaço para Rigoni nos flancos.

Voltar a lista