Bnei Yehuda 0 - 2 Zenit
Adicionado | Autor Rafael Sanches | Comentários

O Zenit foi até Israel para a primeira partida da Europa League. Mancini fez sua estréia pelo Zenit em competições europeias. 

Apesar do bom sistema defensivo dos israelenses, nosso time conseguiu marcar dois gols e trazer a vantagem para São Petersburgo. Confira as opiniões de Mancini e Fursenko (Presidente do clube) sobre a partida.


Roberto Mancini: "Foi muito mais difícil do que esperávamos"

 Nós temos uma grande equipe, então usamos nossas opções de rotação hoje, nós sabíamos que estávamos enfrentando uma partida difícil.

- A partida foi como você esperava?

Foi muito mais difícil, a maioria dos jogos no início da temporada não são fáceis e Bnei Yehuda teve uma defesa bem organizada. Eles não nos deram muito espaço livre e jogaram no contra-ataque, mas quando conseguimos uma chance, nós marcamos.

 

Sergey Fursenko: "A equipe é completamente diferente"

- Roberto Mancini definiu uma meta de que Dzyuba e Kokorin podem marcar 35 gols. Você acha que eles serão capazes de fazer isso?

Eu gosto de que haja uma perspectiva positiva na equipe. Parece-me que os caras vão chegar ao seu potencial esta temporada com certeza.

 

- Criscito, com a administração italiana agora no clube, se tornou o novo líder da equipe?

Não há dúvida sobre isso, mas parece-me que toda a equipe é completamente diferente. É mais enérgico, indo para o objetivo e unido por uma idéia. Existe uma atmosfera muito boa dentro da equipe.

- Foi uma surpresa que os fãs do Zenit quase superaram em número os torcedores da casa hoje?

Historicamente, sempre houve fãs do Zenit, há alguns clubes de fãs locais, por isso não era incomum.



Voltar a lista